Amigos de Temer são presos em investigação sobre decreto de portos - Saiba Já! Jornal Online

Publicidade


Post Top Ad

Amigos de Temer são presos em investigação sobre decreto de portos

Share This

A Polícia Federal prendeu  em São Paulo dois amigos do presidente Michel Temer nesta quinta-feira (29). O advogado José Yunes, ex-assessor especial da Presidência da República, e João Baptista Lima Filho, ex-coronel da PM de São Paulo. Eles foram presos a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, no âmbito da Operação Skala, deflagrada nesta quinta pela PF em São Paulo e no Rio de Janeiro.
Além deles foram presos na mesma operação: em Monte Alegre do Sul (SP), o empresário Antônio Celso Greco, dono da empresa Rodrimar, que opera no porto de Santos; em Ribeirão Preto, o ex-ministro da Agricultura e ex-deputado federal Wagner Rossi, que em 1999 e 2000 foi diretor-presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo, estatal administradora do porto de Santos; em Americana (SP), Milton Ortolan, auxiliar de Rossi; e, no Rio de Janeiro, Celina Torrealba, uma das donas do grupo Libra, segundo informou o jornal "O Globo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad