Criança indígena morre após ser atropelada por moto em Maringá - Saiba Já! Jornal Online

Publicidade


Post Top Ad

Criança indígena morre após ser atropelada por moto em Maringá

Share This
Uma menininha indígena de quatro anos escapou da mão da mãe, correu em direção a rua e morreu após ser atropelada por uma moto na noite de sábado (21),  por volta das 20h30, na Avenida Guaiapó, no Conjunto Requião I, em Maringá, no norte do Paraná. O motociclista prestou socorro e fez o teste do bafômetro, que não apontou o consumo de bebida alcoólica.

Ela teve morte cerebral confirmada na tarde deste domingo (22). A garotinha teve traumatismo craniano e chegou a sofrer uma parada cardiorrespiratória, foi reanimada e levada para o Hospital Universitário (HU) de Maringá, depois foi transferida para o Hospital Metropolitano de Sarandi, onde ficou internada em estado grave. A morte foi confirmada por volta das 13h deste domingo, pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Sasc).

A prefeitura de Maringá está providenciando o translado do corpo da vítima para a aldeia onde ela vivia com os pais, em Ortigueira, na região dos Campos Gerais do Paraná.

O acidente comoveu toda a região e levantou uma polêmica. As crianças indígenas são colocadas por seus pais em cruzamentos de ruas e avenidas para pedir esmolas ou vender cestos. Todos sempre alertaram para uma fatalidade que poderia acontecer e diante da morte da menina a repercussão ganhou espaço nas mídias locais.

A pergunta é sempre a mesma, "é correto os pais colocarem crianças em meio ao trânsito para pedir esmolas ou vender objetos?" fica a dúvida.


Imagem: Blog do Take via Google Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad