Laura Chinchilla, política de esquerda, chefe da missão de observadores OEA, disse que não foram encontrados problemas na eleições do Brasil. - Saiba Já! Jornal Online

Publicidade


Post Top Ad

Laura Chinchilla, política de esquerda, chefe da missão de observadores OEA, disse que não foram encontrados problemas na eleições do Brasil.

Share This
Com um perfil político associado à ideologia de esquerda, Laura Chinchilla, que já foi presidente da Costa Rica, disse que as eleições brasileiras ocorreram com tranquilidade e não foram encontrados problemas. Laura chefia uma missão da Organização dos Estados Americanos (OEA), com 40 pessoas que, pela primeira vez, acompanham o processo eleitoral brasileiro. No total, foram inspecionados 80 centros de votação em 12 estados. Muitos contestam a capacidade e a imparcialidade da equipe da OEA, devido a parceria que Laura e Lula tiveram no passado.
A ex-presidente da Costa Rica, Laura Chinchilla, já recebeu a visita do ex-presidente do Brasil, Lula da Silva, os dois paises tiveram um estreito no relacionamento por serem de esquerda. A Costa Rica tinha contrato com a OAS intermediado por Lula, a companhia brasileira receberia um pedágio de oito dólares por veículo por um trajeto de 58 km em uma estrada que já existe e apenas seria repavimentada e modernizada, porém após escândalos e semanas de tensão e protestos de grupos contrários ao projeto devido a seu elevado custo, a Costa Rica cancelou o contrato com a OAS intermediado por Lula.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad