CPI da TCCC pode não acabar em Pizza em Maringá - Saiba Já! Jornal Online

Publicidade


Post Top Ad

CPI da TCCC pode não acabar em Pizza em Maringá

Share This


 
CPI TCCC
Em julho de 2018 fomos surpreendidos com a  notícia de que a empresa Transporte Coletivo Cidade Canção  no Município de Maringá, passava por dificuldades financeiras,  diante desse contexto, o Poder Executivo do Município de Maringá se manifestou dizendo que poderia rever a concessão. Com essas informações o vereador Alex Chaves solicitou por meio de um requerimento que fosse instaurada uma COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO - CPI.
Alex Chaves protocolou pedido de CPI da TCCC em 16 de julho

Após cento e dez dias de trabalhos estamos encaminhando para o Ministério Público, Tribunal de Contas, Prefeitura e TCCC, para que se verifiquem alguns pontos como, por exemplo, Os mais de 10 milhões de lucro no ano anterior (que não justificaria as dificuldades ressaltadas pela empresa), O repasse de 16 milhões de reais para empresas sócias coligadas e percebemos que o atual modelo de transporte coletivo não funciona mais. A CPI propôs a quebra do contrato da maneira atual que está, ou um novo pacto entre empresa e prefeitura e ou uma nova licitação que quebrasse o monopólio da empresa. Para Alex Chaves a quebra do contrato pode sim acontecer, o povo quer preço justo e tempo razoável na espera do transporte. A CPI roga ao Poder Público e à empresa Transporte que analisem a real situação do transporte urbano de passageiros no Município de Maringá atualmente e que estabeleçam paralelos com a Maringá que se pretende ser. Se espera é que as partes reconheçam os sérios problemas que o atual sistema desenvolve e que é possível algo mais eficiente, mais humano e satisfatório para ambas as partes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad